Um cardápio vai muito além de um espaço para colocar o nome dos pratos servidos. Ele é um potente instrumento de vendas, que funciona como um cartão de visitas para o consumidor. Com a expansão da internet como meio de interação e o aumento do consumo digital, a importância de oferecer um cardápio on-line tem se ampliado cada vez mais, principalmente para serviços de delivery.

A versão tradicional do menu impresso ainda é muito utilizada, mas, no novo contexto mundial, a disponibilização de um cardápio completo on-line é um serviço essencial para seu negócio, que deve ser utilizado de maneira estratégica para atrair o consumidor e potencializar as vendas.

Mas para que o cardápio on-line cumpra com a sua função como um instrumento de marketing, é fundamental que ele seja organizado e atrativo. Se você tem interesse em aprimorar essa ferramenta em seu delivery ou está pensando em começar uma empresa no ramo alimentício, continue lendo este artigo e conheça nossas dicas para criar um cardápio on-line eficaz.

O que é um cardápio on-line?

O cardápio on-line funciona como uma versão digital do cardápio físico, mas que não necessariamente é apenas uma cópia da versão impressa. Ele pode ser apresentado em um site próprio da empresa, em catálogos exibidos nas redes sociais ou diretamente em aplicativos de delivery.

Entre as vantagens do cardápio on-line estão, por exemplo, a facilidade de acesso dos consumidores aos produtos do restaurante, a aproximação com os clientes, a flexibilidade para a renovação do menu, o estímulo à maior agilidade de escolha do pedido e a diminuição das chances de erros nas solicitações.

Além disso, por meio dos recursos proporcionados pela internet, o cardápio on-line pode ser muito mais interativo e dispor de uma série de elementos que não teriam espaço em uma versão impressa, entregando mais informações para que o cliente opte pelo restaurante. Confira nossas dicas de como usar esses recursos a seu favor.

Capriche na identidade visual

É indispensável que o cardápio on-line tenha relação com a identidade visual da empresa e, ao mesmo tempo, seja organizado e objetivo, permitindo que o cliente compreenda o que está sendo apresentado e encontre facilmente o que está procurando.

Para isso, é interessante investir em fontes que estejam presentes na logomarca da empresa. Contudo, em caso de fontes de difícil leitura, recomenda-se a substituição por uma opção mais sóbria, embora ainda levando em consideração a relação com a marca.

O mesmo vale para as cores. É importante seguir as tonalidades da identidade visual do negócio, mas prezar pela comodidade do cliente. Cores muito vibrantes ou com tons semelhantes, como a combinação de azul escuro e preto, devem ser evitadas por prejudicarem a leitura.

Também é possível levar em consideração a psicologia das cores na hora de estabelecer o design do seu cardápio on-line. A cor laranja, por exemplo, estimula o apetite, enquanto o vermelho encoraja os gastos financeiros.

De forma geral, harmonizar textos, cores e imagens é essencial para que o menu fique atrativo aos clientes. Não é recomendado que se crie um cardápio lotado, sem espaços em branco, já que a confusão visual pode fazer o consumidor ter que se esforçar demais para escolher e acabe desistindo do pedido.

Use fotos reais e de qualidade

Não incluir fotos dos produtos no cardápio é um erro comum entre os restaurantes e que deve ser evitado na elaboração de um menu on-line de sucesso. Além de chamar a atenção e criar um desejo de consumo, as fotos são imprescindíveis no momento da escolha dos clientes, ajudando-os a identificar o prato mais facilmente.

Justamente por ter essa importância, as fotos devem ser de qualidade, preferencialmente feitas por um fotógrafo com câmera profissional. O investimento costuma valer a pena, mas, caso precise economizar, um bom planejamento de cenário e iluminação e a câmera de um smartphone podem ser uma alternativa.

Vale ressaltar ainda que todas as imagens devem ser reais e fiéis aos alimentos que serão servidos, evitando surpresas negativas no momento da entrega do pedido ao cliente.

Organize pensando na escolha dos clientes

A forma de organizar o cardápio também é um elemento essencial para atrair e facilitar a escolha do cliente. É recomendado que essa organização seja feita por setores relacionados aos alimentos oferecidos e não por preço, auxiliando o consumidor a ir direto para a página que está procurando.

Um padrão bastante utilizado é a divisão em entradas, pratos principais, sobremesas e bebidas. No caso de um delivery de lanches, por exemplo, os grupos podem ser: hambúrgueres, hot dogs, acompanhamentos e bebidas.

Além de criar essas páginas por grupos, também é importante oferecer os produtos que saem mais ou que você precisa vender mais rapidamente, preferencialmente já na primeira página que o consumidor entra em contato.

É possível ainda ter espaços específicos para promoções ou para promover um produto como uma “sugestão do chef” ou um “prato do dia”. Esses recursos podem movimentar as estratégias de venda, pois costumam chamar a atenção dos clientes.

Aproveite bem os recursos disponíveis

O espaço ilimitado oferecido por um cardápio on-line possibilita que, além do nome de um prato, sejam apresentadas informações extras, como ingredientes e descrições.

O consumidor tem buscado cada vez mais saber o que está comendo, e por isso a disponibilização de todos os ingredientes presentes em um prato é fundamental, ainda mais para alérgicos ou pessoas com restrições alimentares.

Selos que indiquem que o produto é vegano, sem lactose ou sem glúten são interessantes para facilitar a escolha do cliente, assim como a especificação da quantidade dos produtos oferecidos.

Descrições criativas e que valorizem o alimento também são bem-vindas para atrair os consumidores. Adjetivos como “fresco” e “delicioso” podem ser utilizados para tornar cada item do seu menu mais especial.

São muitos os recursos disponíveis para criar uma ótima opção de cardápio on-line, que apresente os produtos da melhor maneira possível e transmita confiança aos visitantes, atraindo potenciais clientes. Utilizando nossas dicas e pensando no seu público, com certeza a sua empresa conseguirá usar essa ferramenta de forma estratégica e alcançar bons resultados.

Para conhecer mais estratégias que podem transformar o seu delivery, continue navegando pelo nosso blog.